BICHECTOMIA: O PROCEDIMENTO PARA AFINAR O ROSTO

A bichectomia é um procedimento estético para remodelar e afinar o seu rosto de forma natural e harmônica

A bichectomia se tornou muito popular a partir de 2014 como um procedimento para pessoas que buscam esculpir e definir as maçãs do rosto. Essa cirurgia tem como objetivo harmonizar e dar contornos bem marcados ao rosto para fins estéticos ou funcionais.

Se você sente-se incomodada com o fato de ter  as bochechas volumosas, gostaria de remodelá-las e assim enxergar a sua real versão este artigo é para você. Continue lendo que vamos tirar todas as suas dúvidas sobre esse procedimento.

O que é Bichectomia?

A bichectomia é um processo cirúrgico, onde eu removo a almofada de gordura bucal, conhecida também como Bola de Bichat, localizada entre a maçã do rosto e a mandíbula do paciente. 

Na infância, essa gordura ajuda o bebê no processo de amamentação, mas na fase adulta ela não é mais necessária e atua apenas para amortecer os músculos na mastigação. Esse tipo de gordura não é utilizado como fonte de energia e também não reduz de tamanho nem mesmo com exercícios físicos.

Como é realizada esta técnica?

A bichectomia é um procedimento cirúrgico considerado simples, e pode ser realizado em consultório, apenas com anestesia local.

Com uma incisão de até 4 centímetros por dentro da bochecha, removemos as bolas gordurosas, dando à face um aspecto mais afinado. Isso acontece porque ressaltamos os ângulos da região de ramo da mandíbula para acentuar a região malar e proporcionar um terço inferior da face menos volumoso.

Quando concluído o procedimento, que dura em torno de 1h,  é feito uma sutura no local dos cortes. Um grande benefício deste procedimento ser realizado por cortes internos é que a cicatrização é mais rápida e não ficam cicatrizes. Os resultados podem efetivamente ser vistos depois de quatro a seis meses quando o inchaço é definitivamente reabsorvido.

Para quem é indicada a Bichectomia?

Existe uma procura muito alta por pessoas com mais de 40 anos para a realização deste procedimento, mas não existe uma faixa etária ideal. Contudo, a única recomendação é que a pessoa tenha mais que 18 anos para realizar a cirurgia, pois é a idade em que o rosto já não estará em fase de crescimento. 

Até o momento, a avaliação clínica tem sido o único método para indicação do procedimento cirúrgico. Em alguns casos realizar o exame de ultrassonografia auxilia em uma melhor percepção do volume da gordura, e auxilia o paciente na sua tomada de decisão da realização ou não do procedimento, evitando assim cirurgias desnecessárias e diminuindo as expectativas irreais dos pacientes.

A Bichectomia pode ser indicada para fins estéticos como a harmonização facial, feminilização do rosto ou definição do contorno facial. Mas também existem objetivo funcionais, como o excesso de volume na bochecha e pessoas que mordem involuntariamente a parte interna das bochechas.

Quais os riscos de realizar este procedimento?

Mesmo sendo uma cirurgia considerada simples e com uma recuperação tranquila, a Bichectomia não deixa de ser uma cirurgia e como todas possui alguns riscos, principalmente se não realizada por um profissional qualificado.

A avaliação médica, é crucial para concluirmos se o procedimento poderá ser realizado ou não, ou se deverá ser indicado com alguns outros procedimentos complementares. Por exemplo, em casos em que o paciente já apresenta uma flacidez facial, é necessária uma avaliação mais minuciosa, pois se for realizada a bichectomia ela pode aumentar os aspectos de envelhecimento no rosto. 

Ou seja, ela pode ser indicada, mas com alguns outros procedimentos complementares. Esse é apenas um exemplo dos riscos de um procedimento indicado e realizado por um profissional que não é especialista.

Vamos analisar mais detalhadamente alguns riscos deste procedimento:

  • Assimetria facial: é um desequilíbrio entre os dois lados do rosto, um lado do rosto é diferente do outro;
  • Lesão nas glândulas salivares: durante o procedimento o profissional lesiona o duto da glândula parótida, que produz a saliva e isso faz com que o líquido fique “preso”  em um local inadequado, o que causa infecções.
  • Infecção: como o procedimento, na maioria das vezes é realizado com incisões na parte interna da boca, que é um local cheio de bactérias, isso pode favorecer o surgimento de infecções;
  • Lesão nos nervos: se durante o procedimento for atingido algum nervo facial, o paciente poderá até perder os movimentos do rosto de forma irreversível.

Quais os cuidados para o pós operatório?

Apesar de ser uma cirurgia considerada simples, a área das bochechas fica perto de glândulas, nervos e artérias e por isso é preciso ter cuidado no seu pós-operatório.

Conheça algumas recomendações para uma recuperação mais confortável:

  • Fique de repouso nos 3 primeiros dias;
  • Escovar os dentes após cada refeição para evitar infecção;
  • Ingerir alimentos líquidos nas primeiras 48 horas;
  • Evitar esforço físico por 3 semanas,
  • Evitar exposição solar por 3 semanas;
  • Fazer compressas de gelo de 3 a 4 vezes ao dia, nos primeiros 3 dias;

O resultado começará a aparecer após 15 dias e o resultado final depois de 90 dias. 

O pós-operatório é um momento muito importante para que o resultado final do seu procedimento seja o esperado. São muitos fatores envolvidos, mas você é um dos principais colaboradores para que tudo corra bem.

Quer fazer uma bichectomia?

Lembre-se de que este é um procedimento que não pode ser revertido. Por isso, analise bem e converse com o seu médico sobre as possibilidades. Ao realizar este procedimento com um especialista você reduz os riscos.

É normal se sentir incomodado com alguma característica particular da aparência do seu rosto. Mas lembre-se, eu estou aqui, para junto com você escolhermos a melhor das opções, para que você possa se sentir bem  com você mesma. Os procedimentos estéticos são uma excelente forma de realçar a beleza já existente. Marque uma consulta comigo e vamos conversar!

outros conteúdos
sobre procedimentos estéticos, belezas reais e autoestima. 

BELEZA REAL
AUTOESTIMA

PREENCHIMENTO FACIAL: DIMINUA RUGAS E LINHAS DE EXPRESSÃO

Conheça o procedimento minimamente invasivo que vai te ajudar a minimizar os efeitos do envelhecimento na sua pele.

BLEFAROPLASTIA: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A CIRURGIA DE PÁLPEBRAS

PROCEDIMENTO ESTÉTICO: QUAL É O MELHOR PARA REJUVENESCIMENTO DO ROSTO?

Anterior
Próximo