OTOPLASTIA : CIRURGIA PLÁSTICA PARA ORELHAS DE ABANO

Saiba como a otoplastia pode realçar a beleza natural do seu rosto, de forma harmônica e natural.

As orelhas de abano geralmente são um pouco afastadas da cabeça e geram desconforto para muitos pacientes, principalmente durante a infância e a adolescência. Mas existe um caminho na cirurgia plástica para trazer mais equilíbrio e proporção ao rosto: a otoplastia.

O problema é provocado por um defeito congênito, de característica familiar, em que há o aumento do ângulo das orelhas em relação à cabeça. E otoplastia é o termo usado para a cirurgia plástica nas orelhas, que tem como objetivo remodelar a cartilagem das orelhas e posicioná-las de maneira mais harmônica, diminuindo seu tamanho e abertura.

Conhece alguém que já pensou em fazer essa cirurgia? Continue lendo para entender mais!

Quem pode fazer otoplastia?

Não existe idade ideal para realizar a cirurgia! Você pode fazer otoplastia na infância e até na fase adulta, mas quando as orelhas de abano são identificadas desde a fase pré-escolar, o mais indicado é que o problema seja resolvido cedo. Assim, podemos evitar possíveis transtornos psicológicos ao paciente.

Além desse incômodo do paciente com relação às orelhas, existem alguns outros casos em que a otoplastia é recomendada:

  • Casos de macrotia (orelhas com tamanho acima do normal);
  • Pessoas com orelhas escondidas ou deformadas devido a lesões;
  • Pessoas que precisam restaurar ou reconstruir os lóbulos da orelha;
  • Remover queloides ou retirar nódulos na região.

A maior parte das pessoas busca a otoplastia por questões estéticas e que podem impactar a saúde mental, mas existem situações em que há uma questão funcional envolvida. Algumas otoplastias são realizadas com o objetivo de corrigir malformações que podem causar prejuízos funcionais às orelhas externas.

Como é realizada a otoplastia?

Os cortes da otoplastia são feitos de forma discreta atrás da orelha, seguindo a dobra natural da pele. Depois de tirar o excesso de pele e de cartilagem (quando necessário), fazemos o ligamento da cartilagem, para deixá-la mais flexível. Depois, fechamos os cortes com sutura para fixar e manter a autonomia da nova orelha.

Esse processo dura entre 2 e 3 horas e pode ser realizado com anestesia local e sedação ou geral. O tipo de anestesia vai depender da recomendação do seu cirurgião, mas em crianças geralmente é mais indicado o uso da anestesia geral para diminuir o estresse.

A otoplastia em caso de abano é a mais comum, o corte é feito atrás da orelha, a necessidade de ressecar a pele depende de cada caso. Normalmente é retirado o excesso da cartilagem conchal, seguido de confecção da anti-hélice ( dobra que existe na orelha) e por último fixar as cartilagens na mastóide, proporcionando e melhorando o ângulo da orelha.

As cicatrizes são, geralmente, imperceptíveis, já que se localizam atrás das orelhas. Como esta é uma região de pele muito fina, a tendência da cicatriz é ficar muito discreta.

Como é a recuperação da otoplastia no pós-operatório?

Você pode sentir um pouco de dor e desconforto, mas isso é normal no período de recuperação, que dura em torno de 2 semanas. Por isso, seguir as recomendações médicas, com o uso correto dos medicamentos analgésicos, é fundamental para que o desconforto seja o menor possível. Existem alguns pontos importantes que você precisa considerar nessa etapa:

  • Apenas o médico pode retirar os curativos;
  • Evite lavar o cabelo, pois  pode molhar o esparadrapo;
  • Evite sol, frio e pressão no local durante 30 dias.

O inchaço das orelhas só desaparecerá completamente após 3 meses da cirurgia. É nessa etapa que você vai conferir o resultado final.

QUANDO PODERÁ RETORNAR ÀS ATIVIDADES NORMAIS?

Você pode retomar algumas atividades mais simples a partir do 3º dia, mas para crianças, o ideal é voltar para as aulas apenas depois de uma semana. A recuperação completa da cirurgia de otoplastia dura em torno de 2 semanas e nesse período é importante proteger a região da cirurgia e evitar óculos que apertem muito o local.

A orelha de abano pode voltar?

Geralmente isso não ocorre, já que a cirurgia é planejada e realizada com o propósito de ser definitiva. No entanto, em casos raros, o hábito de dormir em posição prejudicial às orelhas ou possíveis traumatismos na região podem fazer com que as suturas se soltem e a orelha se projete novamente para frente. 

Para evitar que isso aconteça, é fundamental ter cuidado redobrado com a região, principalmente nos primeiros meses após a cirurgia. Eventualmente, pode ocorrer a chamada recidiva, ou seja, o retorno espontâneo da cartilagem para a posição original ou próxima. Isso acontece porque a cartilagem tem uma “memória” muito grande e é uma reação natural do organismo.

Saiba como realçar sua beleza natural

As orelhas de abano podem ter muitos impactos na saúde física e mental, mas com a cirurgia plástica de otoplastia, podemos modelar as suas orelhas para alcançar a sua melhor versão.

Conte sempre com um especialista na hora de buscar os procedimentos mais adequados para redesenhar os seus traços. Modelar o corpo humano e realçar a beleza natural dos meus pacientes é o que eu mais gosto de fazer!

Se tiver mais vontade de conversar sobre a otoplastia, é só marcar uma consulta comigo em Goiânia ou Cuiabá.

outros conteúdos
sobre procedimentos estéticos, belezas reais e autoestima. 

BELEZA REAL
AUTOESTIMA

PREENCHIMENTO FACIAL: DIMINUA RUGAS E LINHAS DE EXPRESSÃO

Conheça o procedimento minimamente invasivo que vai te ajudar a minimizar os efeitos do envelhecimento na sua pele.

BLEFAROPLASTIA: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A CIRURGIA DE PÁLPEBRAS

PROCEDIMENTO ESTÉTICO: QUAL É O MELHOR PARA REJUVENESCIMENTO DO ROSTO?

Anterior
Próximo